30/05/2021 às 09h09min - Atualizada em 30/05/2021 às 09h09min
Liminar suspende demissões em massa de médicos pelo governo da Bahia


Após o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA)  impetrarem Mandado de Segurança, o desembargador do Trabalho Esequias Pereira de Oliveira concedeu liminar para suspender demissões em massa de médicos pelo Estado da Bahia, Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), Fundação ABM de Pesquisa e Extensão na Área de Saúde (Fabamed) e Fundação José Silveira (FJS), “até que se estabeleça procedimento transparente, claro e informativo, como fruto de processo de negociação coletiva” (veja o documento).

 

A liminar determinou também a “suspensão da redução ou ruptura dos vínculos mantidos entre o Estado da Bahia e as empresas Rés e de outras empresas que lhes prestem serviços de saúde, de modo a evitar a despedida dos empregados médicos, até dezembro de 2021, prazo suficiente a fim de que a SESAB planeje a regularização dos vínculos da mão de obra médica, sem a utilização do credenciamento como intermediação de mão de obra”.

 

A Justiça suspendeu ainda o credenciamento de empresas médicas com base na Portaria SESAB 134/2021 e determinou que as rés devem “abster-se de praticar qualquer represália ou perseguição à testemunha, pelo simples fato de ter prestado depoimento perante o Ministério Público do Trabalho ou perante a Justiça do Trabalho”.

 

Ficou determinado também que seja dada ampla “ampla publicidade à decisão judicial concessiva das medidas de urgência ora postuladas, informando seu conteúdo à totalidade dos médicos do Estado da Bahia, no prazo de 48 horas”. 

 

A decisão, de acordo com Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), restabeleceu 225 vínculos de empregos e evitou 45 novas demissões (clique aqui e saiba mais sobre o caso).

 

 

Bashia Notícias

NOTÍCIAS RELACIONADA
MP-BA lança campanha de combate à violência sexual contra...
TSE encerra fase de testes das urnas...
Justiça determina despejo de dois templos da Igreja Mundial por causa de...
Prazo para emitir ou regularizar título termina...
GALERIAS
CLASSIFICADOS