19/01/2021 às 15h25min - Atualizada em 19/01/2021 às 15h25min
Profissional de Saúde da linha de frente do PA Covid é a primeira vacinada em Guanambi


Na manhã desta terça-feira (19), aconteceu o ato da aplicação da primeira dose da vacinação contra a Covid-19 no município de Guanambi. A primeira pessoa vacinada integra a equipe de linha de frente do Pronto Atendimento (PA) de Covid, a técnica em enfermagem Catiane França.

 

O ato realizado no gabinete do prefeito Nilo Coelho, contou com a presença do vice-prefeito Arnaldo Azevedo, secretários, diretores dos departamentos de Vigilância Sanitária, Epidemiológica, Atenção Básica e auxiliares da administração municipal. Todos os esforços foram desencadeados pela Secretaria de Saúde para elaborar o Plano Municipal de Imunização, que possibilitou toda a parte logística, viabilizando a efetivação da vacinação. A escolta das doses foi feita pela Polícia Militar desde a chegada no Aeroporto de Guanambi, às 05h45min, até a sede da Diretoria Regional de Saúde, que em seguida foi distribuída para as demais cidades da microrregião. 

 

O prefeito Nilo Coelho externou a sua satisfação em acompanhar a aplicação da primeira dose, reafirmando a importância dos profissionais de saúde no enfrentamento ao vírus. “Determinei todo suporte da estrutura da Prefeitura para a vacinação, conforme as doses forem chegando” disse. 

 

O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Mário Junior, também testemunhou a primeira vacinação em Guanambi e afirmou que o órgão vai acompanhar todo o processo, garantindo a lisura e a segurança da imunização. “Este é um momento importante, especialmente para quem defende a vida e para quem acredita na importância dos SUS”, ressaltou Mário. Mas alertou para a necessidade da população se manter comprometida e não relaxar nas medidas de combate a propagação da Covid-19, sempre higienizando as mãos e usando máscaras.

 

Após a vacinação da primeira pessoa, realizada no gabinete do prefeito Nilo Coelho, a continuação será no PA Covid. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesse domingo (17), o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford. Segundo a própria Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), a vacinação nos municípios será em quatro etapas e obedecerá ao cronograma estabelecido pelo Plano Nacional, elaborado pelo Ministério da Saúde:

 

Fase 1: trabalhadores da área de saúde, idosos com mais de 75 anos, e acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência, no caso específico de Guanambi, o Lar dos Velhinhos;

 

Fase 2: idosos de 60 a 74 anos em qualquer situação;

 

Fase 3: indivíduos com condições de saúde que estão relacionadas a casos mais graves de Covid-19;

 

Fase 4: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

 

Em Guanambi, a primeira etapa irá imunizar 3.581 trabalhadores de saúde, 3.612 idosos maiores de 75 anos e 46 internos do Lar dos Idosos, totalizando 7.239. Como são duas doses da vacina, perfazem ao todo 14.478 doses.

 

De acordo Dra. Roberta Mota, “a pasta vem recebendo todo apoio do prefeito Nilo Coelho para que toda a estrutura da prefeitura trabalhe unida e em prol da campanha de vacinação”.

 

 

 
NOTÍCIAS RELACIONADA
Devido aumento da Covid-19, Prefeitura de Guanambi publica novo decreto com mais medidas...
CDL de Guanambi propõe medidas alternativas ao lockdown proposto pela Prefeitura de...
Chuva com vendaval arranca árvores e atinge veículos em...
Vice-prefeito de Guanambi se posiciona contra...
GALERIAS
CLASSIFICADOS