28/01/2021 às 20h34min - Atualizada em 28/01/2021 às 20h34min
Mulher acusada de mandar matar o pai para herdar fazenda na BA é presa mais de 22 anos após crime


Uma mulher condenada a 16 anos de prisão em regime fechado por matar o pai há 23 anos para herdar uma fazenda, foi presa na manhã desta quinta-feira (28) em Jequié, sudoeste da Bahia, município onde o crime aconteceu. A informação é da Polícia Civil da região.

De acordo com a polícia, a mulher só foi presa após condenação ocorrida no final de 2020, quando ela passou por júri popular.

Segundo a delegacia responsável pelo caso, a condenada, com as iniciais N.P.S, contratou um homem por R$500 para matar o pai, Agenor Pales Novaes, na noite do dia 30 de junho de 1998. Segundo a policia, ele foi morto asfixiado.

As investigações revelaram que a mulher queria, além de ficar com uma fazenda, receber os lucros da propriedade que pertencia a Agenor. O suspeito de executar o crime, segue foragido.

A mulher foi presa por policiais da 9ª Coorpin da delegacia de Jequié, na Operação VON RT, deflagrada pela unidade.

 

G1/BA

NOTÍCIAS RELACIONADA
Caminhão pega fogo na BR-030 em...
Mansão de mulher apontada como herdeira do tráfico é alvo de operação...
Homem que vivia casado com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra...
Ambulância de Caetité pega fogo nas imediações do Hospital do Rim em...
GALERIAS
CLASSIFICADOS