28/02/2021 às 09h54min - Atualizada em 28/02/2021 às 10h05min
Caminhoneiro guanambiense consegue parar cegonha sem freios e evita uma tragédia maior; veja video



Esta semana, mais precisamente na tarde da quarta-feira (24), um caminhoneiro que seria natural de Guanambi, segundo a reportagem do Montesclaros.com,  cuja identidade ainda é desconhecida,  conseguiu para uma cegonha desgovernada e evitar uma tragédia maior

“O acidente  na descida da Serra de Bocaiúva, teve lances dramáticos, dignos de um filme. Certamente, um filme de horrores.”, narra José Geraldo ao site.

 

“Segundo me contaram pessoas que ali estavam, o motorista da cegonheira - que seria baiano de Guanambi, de cerca de 50 anos - percebeu que havia ficado sem freios, logo que começou a descer a última serra antes de entrar em M. Claros.

Sem freios, e para não atropelar os carros que desciam à sua frente, ele resolveu pegar a contra-mão, felizmente mais vazia naquela hora.

Na altura do primeiro trevo, no anel sul que desvia carros para a rodovia de Pirapora, aconteceu o inevitável acidente com a moto, em que dois homens morreram.

A cegonheira sem freios, e sempre em alta velocidade, estava embalada, e subiu a chamada Ponte Branca, retomando à sua pista.

Depois da ponte, e buzinando e acenando como podia, para sinalizar que a cegonheira carregada estava sem freios, o motorista passou defronte ao posto de gasolina e, sempre em alta velocidade, começou a escalar uma pequena subida.

Por sorte, ou conduzido pelas mãos de Deus, ele novamente não encontrou carros pela frente.

Quando viu que havia o pátio de uma empresa credenciada pelo Imetro para inspeção de veículos, com apenas um caminhão parado, o motorista da cegonheira, sempre agindo com grande prontidão e raciocínio, tomou a decisão de entrar ali e escalar estreita pista de asfalto, pela direita.

Foi a sorte de todos, dele também.

A pequena e ligeira subida, providencial, ajudou o carro a perder velocidade e o motorista jogou a cegonheira contra moitas de capim e um barranco baixo. A cegonheira, enfim, parou.

Pessoas disseram que o motorista - homem de meia idade - ficou paralisado, travado, dentro da cabine, incapaz de se movimentar, estático, imóvel, estátua de si.

O filme de horrores que ele viveu tinha chegado ao fim, mas o homem nao tinha mais forças para qualquer movimento.

Atrás, ele ainda não sabia, 2 homens havia morrido na moto, mas talvez outros muitos tivessem morrido em outros muitos veículos.

Não é minha função julgar o que houve, mas fiquei com a impressão de que o motorista foi guiado por mãos superiores ao evitar uma tragédia ainda maior dentro de outras duas - a morte dos 2 homens, na moto, e a façanha de uma cegonheira, carregada, pesada, descer em alta velocidade uma serra, por si perigosa, e percorrer 2 quilômetros, desembestada.

O fato é que as autoridades precisam - urgente - se debruçar sobre o que aconteceu na tarde de quarta-feira, na principal entrada de M. Claros, para imediatamente fixarem planos e medidas - urgentes - que impeçam que outros acidentes, com as mesmas características, aconteçam no local, que é de grande, enorme movimento, num trecho povoado por carretas, caminhões e cegonheiras.

Muitas vidas ali ainda podem ser poupadas, se aquele trecho - perigoso desde sempre - merecer alguma atenção, rápida.

Por fim: notei uma certa indiferença e silêncio da empresa concessionária da rodovia, assim como notei que a ainda chamada imprensa "não viu", passou batida, dormiu, nos fatos que procuro narrar, até para suprir o vácuo inexplicável.

Um filme dramático aconteceu ali, repito, em poucos/longos minutos, de horrores.

A morte, nas nossas lamentáveis estradas, passou a ser um fato aceitável, o que definitivamente não podemos consentir.

Onde estão os senhores políticos? "Dizei-me Vós, Senhor Deus"- invoco o poeta baiano Castro Alves.” Conclui.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADA
Caminhão pega fogo na BR-030 em...
Mansão de mulher apontada como herdeira do tráfico é alvo de operação...
Homem que vivia casado com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra...
Ambulância de Caetité pega fogo nas imediações do Hospital do Rim em...
GALERIAS
CLASSIFICADOS